Buscar
  • Haline Floriano

Chega de heróis, agora é a vez das equipes

Luciana Elmais, sócia da Legisla Brasil*

Pandemia. Um vírus com poder de destruição épico está devastando o planeta. Há mais pessoas infectadas do que saudáveis, e a humanidade está perdendo as esperanças de sobrevivência. A única solução é encontrar uma cura e manter os infectados em isolamento absoluto. Lauren é uma médica e sua missão é liderar uma equipe de busca e resgate de pessoas ainda não infectadas.

Esse texto é a sinopse oficial do filme Pandemia. Mas poderia ser uma sinopse do que estamos vivendo hoje. Estamos em crise, e isso todo mundo já sabe. O que a gente ainda não parou para pensar é como projetamos a nossa expectativa de resolução. Na ficção, encontramos heróis, como a Lauren, que trazem soluções simples e brilhantes para resolver o grande desafio apresentado - e tudo acaba bem.

Há quem diga que a arte imita a vida. Nesse caso, com o imaginário social de uma geração que nunca viveu uma crise como esta - arrisco dizer que a vida está imitando a arte. Buscamos soluções simples, encampadas por grandes salvadores, para problemas grandes e complexos. E é aí que mora o perigo. Buscar nas nossas referências imagéticas e extraordinárias pode nos levar a um resultado obscuro, repleto de heróis com soluções e promessas vazias.

A solução para grandes crises não se apresentam de capa ou de roupa de lycra. Elas não são extravagantes ou sexys. Elas são invisíveis e trabalham diariamente em pequenos avanços que se tornam grandes transformações. A solução para grandes crises são feitas pelas equipes.

No Poder Legislativo, onde os maiores desafios do Brasil são endereçados, se engana quem acredita que os únicos atores de construção de políticas públicas são os famosos políticos eleitos. Quem coloca a mão na massa e é responsável por transformar as promessas de campanhas em realidade são as equipes, a chamada assessoria parlamentar.

São os assessores que passam dias - e muitas noites - construindo os projetos de lei que regem a nossa vida. Projetos que direcionam as verbas públicas todos os anos e que também garantem Renda Básica Emergencial durante a crise do COVID-19, alcançando mais de 2,5 milhões de cidadãos. São os mais de 70 mil assessores parlamentares por todo Brasil, que pesquisam e trazem evidências para embasar a tomada de decisão dos nossos políticos hoje. E são eles que, junto à sociedade civil, encaminham o Brasil para arranjos sociais de longo prazo.

Em tempos de crises, como esse, percebemos que nenhuma sociedade se sustenta apenas em líderes, ou heróis. Precisamos de equipes qualificadas, trabalhando diariamente em soluções robustas e incrementais capazes de promover o avanço social que esperamos.

Não é de hoje que o debate público se contenta em discutir às promessas dos heróis. Ficamos presos em um debate raso no qual cada decisão acertada é celebrada com um endeusamento da liderança política - ou o inverso. Nesse processo começamos a acreditar em promessas impossíveis e narrativas demagogas que fragilizam as nossas instituições democráticas. Não podemos nos esquecer que, por trás de todo político de sucesso, existe uma grande equipe e não uma capa de super herói.

Temos avançado nesse sentido, é verdade. Aplaudimos diariamente equipes médicas, de enfermagem e de todos aqueles chamados serviços essenciais. Está na hora de darmos um passo além e valorizarmos também as equipes invisíveis na política. E com esse reconhecimento pararmos de apostar apenas em heróis e em soluções frágeis. Pararmos de defender cegamente lideranças endeusadas.

Se existe alguma resposta simples à toda essa crise é: apostem nas equipes.

Palavras-chave: Movimento Voto Consciente, Legisla Brasil, Poder Executivo, Poder Legislativo, pandemia, COVID19, assessores parlamentares.

* A Legisla Brasil é uma sociedade sem fins lucrativos que acredita no poder das pessoas em transformar a política.

19 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

©2018 by Mandato Ativo