top of page

TikTok e Política: uma combinação inesperada

Djiovanni Jonas França Marioto



As redes sociais digitais ocupam espaços que ampliam a sua importância em uma comunidade. Além de espaço de informação, entretenimento e interação cotidiana, também possibilitam as ações ativistas e identitárias, como o fortalecimento na representatividade de criadores de conteúdo e a promoção de ações de diversidade e inclusão. Entre as diversas redes, a que mais recentemente ganhou força no Brasil e no mundo é o TikTok, abrindo caminhos para indivíduos se expressarem das formas mais diversas possíveis.

O TikTok, famoso por suas danças virais, está se tornando um espaço para a política. Durante as eleições municipais de 2020, alguns candidatos já estavam usando o TikTok para se conectar com um público mais jovem. Embora ainda esteja sendo explorado de maneira experimental, o TikTok está se tornando um novo canal para a comunicação política.

Esse uso se tornou ainda mais difundido em 2022. Entre os senadores e deputados eleitos, já somavam mais de 200 contas ativas. Essas contas trazem informações que vão desde a vida pessoal dos políticos até realizações e trechos de discursos.

Outro fenômeno que vem ocorrendo é a criação de contas na plataforma por Assembleias Legislativas e Prefeituras. Essas contas trazem as mesmas informações oficiais postadas em outros canais, mas são produzidas de uma maneira mais leve e descontraída. O objetivo é alcançar o público mais jovem, apelando para esquetes e humor em suas publicações.

Não é incomum abrir o TikTok e ver um vídeo da prefeitura de Florianópolis, por exemplo, usando a música que está mais viral no momento na plataforma para divulgar a qualidade do sistema de transporte da cidade. Ou então, o TikTok oficial da Câmara dos Deputados divulgando lugares diferentes que você provavelmente não conhecia, como o setor de restauração.

Em países de língua espanhola, o TikTok tem sido um ambiente favorável para a comunicação política. No entanto, os políticos ainda estão aprendendo a usar os recursos da plataforma e a falar a linguagem do público mais jovem. A expectativa é que as postagens que misturam política e entretenimento, aumentem à medida que os políticos se familiarizem mais com a plataforma.


As postagens que mais viralizam no TikTok são aquelas que apelam para o espetacular ou trivial e abordam assuntos controversos, em vez de assuntos puramente políticos. No entanto, a plataforma ainda é vista como uma ferramenta experimental nas eleições.

No entanto, o TikTok também tem seus riscos. A plataforma já é um ambiente utilizado para a circulação de conteúdos extremistas, fake News e discursos de ódio, o que é especialmente perigoso em um serviço frequentado por jovens. Além disso, o TikTok corre o risco de criar "câmaras de eco", onde os usuários ficam presos em um ciclo de conteúdos semelhantes entre si.

Apesar desses riscos, o TikTok é visto como uma plataforma que oferece uma forma original de comunicação política. Ele transforma os usuários em criadores de conteúdo e permite uma maior disseminação dessas publicações. Além disso, graças aos recursos de interatividade como duetos e redublagens, cada usuário pode expressar sua opinião a partir de outras publicações sobre o mesmo tema.

Em conclusão, o TikTok está se tornando uma plataforma cada vez mais relevante para a política brasileira. Durante as eleições de 2022, vimos um aumento no número de políticos usando a plataforma para se conectar com um público mais jovem e isso só tende a crescer. Além disso, instituições como Assembleias Legislativas e Prefeituras estão criando contas na plataforma, usando a linguagem e o formato do TikTok para se comunicar de maneira mais direcionada e natural para esse público.

No entanto, é importante lembrar que, apesar de seu potencial, o TikTok ainda é uma ferramenta experimental na política. A plataforma tem seus riscos, incluindo a circulação de conteúdos extremistas e a criação de "câmaras de eco". Ainda assim, o TikTok oferece uma forma original de comunicação política, transformando usuários em criadores de conteúdo e permitindo uma maior disseminação dessas publicações.

As redes sociais, incluindo o TikTok, facilitam o acesso e a transmissão de informações, o que pode ter um impacto positivo no engajamento cívico e na ação política. À medida que mais políticos e instituições começam a usar o TikTok, podemos esperar ver uma mudança na forma como a política é comunicada e percebida, especialmente entre o público mais jovem. Portanto, é essencial que continuemos a explorar e entender essa plataforma e seu impacto na política brasileira.

2 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page